8 dicas para uma rapidinha sublime

Não há como negar que uma rapidinha divertida ajuda a presentear aquele up na relação e também libido de nenhum gênero de parelha. Sem bastante mimimi, sentimentalismo e também tempo para as preliminares muito elaboradas, essa transa rapida é possível que ser tão boa quanto aquela clássica que requer bastante mas tempo.

Em início de relacionamento ela é bastante geral, uma vez que um não consegue tirar as mãos de cima do outro. Porém, para os relacionamentos de longa data que não conseguem transpor daquele sexo frequente, ela é possível que ser o remédio ideal para uma simplória segunda-feira estressante ou mesmo enquanto o tesão está falando tão basta – e também fora de hora – que a apenas opção que sobra é transar no banco do coche.

Para se ter uma teoria do seu maravilhoso efeito, várias pesquisas mostram nós, mulheres, preferimos uma transa que dure entre 15 e também 20 minutos do que uma de duas horas, desde que seja para lá de excitante. E também é verdade. A rapidinha possui todo aquele nitrogênio de mistério e também façanha, uma vez que é feita sem preparação alguma em um lugar onde o par é possível que ser flagrado a nenhum gênero de instante.

Curtiu a teoria? Portanto a teste atualmente mesmo, porém, não sem anterior conferir várias dicas importantíssimas e também essenciais para realizar uma rapidinha de qualidade e também proporcionar bastante prazer a parceira. Confira.

#1 – BEIJE- A ANTES DE TUDO. Um ósculo mas demorado e também “sem controle” é capaz de nos assentir mas excitadas do que as convencionais preliminares de 5 minutos. Dessarte, invista em beijos mas longos por todo o corpo e também use as mãos para tirar as trajes.

#2 – MAS NÃO FIQUEM COMPLETAMENTE NUS. Não desperdice os preciosos minutos de uma rapidinha tirando toda a roupa. Além de o tempo ser pequeno, a ansa de serem pegos é extensa. Na incerteza, faça apenas o capital : angra o fecho ecler da calça, desabotoe a blusa e também suba o vestido ou saia. Isso com probabilidade irá permitir o sexo mas risonho.

#3 – ESQUEÇA A CAMA. Enquanto sova o libido incontrolável no instante menos propício, vale tudo em cima da pia da cozinha, na mesa ou uma paradinha no drive-in. As opções são varias, porém lembre-se que em locais públicos – mesmo que excitantes – é delito. Desse modo, evite as escadas de prédios, estacionamentos ou banheiros de moradias noturnas.

#4 – CONFORTO? ESQUEÇA. Se existe qualquer classe de conforto, acredite, não é uma rapidinha legítima. Essa transa não precisa disso e também nem há tempo para tal. Porém, a perdão é justamente essa.
#5 – SEM VERGONHA. Vale lembrar que nesse gênero de de sexo também não há espaço ou tempo para frescuras e também pudores, como a finalidade é a pegação, o calor do instante e também a rapidez. Logo, meu colega, esqueça o seu lado cavalheiro e também deixe o sexo selvagem rolar.

#6 – ORGASMOS. Embora a rapidinha proporcione ótimos orgasmos, evite permanecer pensando só nele durante a transa. Entre em sintonia com o prazer do instante. Cá, o durante é o que vale mas.

#7 – PALAVRAS PICANTES. Expor pequeno número de sacanagens durante o sexo é possível que nos assentir ainda mas excitadas e também ansiosas. Vestir orações como ‘Quero você agora\’ e também \’Pare de me oscular, se não eu não me responsabilizo pelos meus atos\’ dão uma boa teoria de como você está se sentindo no instante. Use-as a seu obséquio.

#8 – POSIÇÕES. Por não possuir bastante conforto, as posições mas recomendadas são as que o par estaca em pé ou com a senhora \” de quatro\”, devido à facilidade na hora da penetração. Porém locais onde a parceira é possível que permanecer sentada ou até deitada costumam ser mas estimulantes para nós. Portanto, adapte o lugar a fim de que consigam realizar um sexo selvagem, rápido e também rememorável.

Corpo do narrativa

Oi, sou Lady e também prosseguirei racontar um facto para vocês em que eu participei.

Muito, primeiramente irei me descrever, nunca fui magra, porém também nunca fui cheinha, digamos que sou aquele gênero de de pequena que cobija curvas e também músculos suficiente para amparar na hora da pegação, poucos até diriam gostosa…
Enfim, tenho uma profundeza mediana cabelos lisos e também negros, olhos castanhos e também uma boca insinuante, possuo seios pequenos, porém bastante empinados e também uma rabo bastante grandinha onde meu namorado adora tocar, particularmente com shorts jeans e também enquanto ela sova no seu pênis na hora do sexo… Muito isso é outra história…

Esse narrativa aconteceu em uma inoportunamente de maio enquanto fui fazer um trabalho de local de ensino na lar de uma amiga minha, Anne, uma maravilhosa moça jovem de olhos azuis, pinga e também com seios deliciosos.
Anne, continuamente foi bastante frustrada com seus relacionamentos, ela nunca achava que iria achar alguém, e também por conta disso, ela constantemente fora bastante estressada e também tinha a má mania em descontar em mim e também em outras amigas nossas, porém eu fazia de tudo para entendê-la.
Nesse dia, ela estava péssima, nenhum gênero de bobagem ela brigava ou era bruta comigo, eu não aguentando mas fui ao banheiro e também fiquei pensando no que fazer com ela.
Resolvei portanto conversar com ela sobre nenhum gênero de coisa que não fosse trabalho ou ex- -ficantes.
– Anne, você acha que esse calção deixa minha bucetinha bastante aparente? – perguntei com uma voz gulodice e também gentil.
Ela se virou pra mim, e também olhou na direção do calção, deu de ombros e também diz :
– Não, para bom em você, realça suas pernas. – após responder voltou sua atenção para o caderno, ainda com faceta de emburrada.
– Ah sei, muito eu palato desse seu sua blusa, ela é ousada mas discreta, valoriza seus seios. – Puxei de novo ponto, ela levantou o rosto pra mim é sorriu, continuamente funcionava elogia-la.
– Você acha mesmo? – Perguntou ela.
– É como é natural, mica. Você é bastante gostosa, se eu fosse varão trepar pegaria gostosinho… – Respondi, e também dei uma gargalhada da faceta que ela fez de envergonhada, porém ela tinha alguma coisa mas no olhar, curiosidade talvez?
– Deixa disso, Lady. Seu namorado não iria gostar de trepar ouvir falando essas coisas.
Soltei outra riso e também cheguei mas pra perto dela e também diz :
– O que Rafael não ouve Rafael não sente. – Rimos juntas e também decidimos revir ao trabalho, felizmente Anne tinha retornado com seu exultação e também um pouco mas dissemelhante, ela continuamente arrumava qualquer jeito de me tocar ou eu a pegava me olhando, tudo bastante recatado, porém eu estava percebendo suas intenções, resolvi portanto dormir na lar de Anne e também naquela noite decidi consolar minha amiguinha, e também aproveitar e também tirar o delongado, porque fazia mas de uma semana que eu não tinha o membro potente do meu namorado me preenchendo.

Era 20h00 enquanto fomos jantar, de banho tomado e também já de pijama deitamos na leito de Anne e também fomos testemunhar a um filme.
– Esse filme é bastante sem perdão. – Falei para ela me sentando na leito.
– E também que você ora observar? – Me perguntou também se sentando.
– Um mas quente, e também excitante. – Respondi, colocando meu sorriso mas sacana.
– Gênero de pornô? – Este havia entendido.
– Isso, bem! Você possui qualquer aí? – A essa profundeza eu já estava de pé, procurando alguém. DVD escondido no armário dela.
– Não, porém a gente é possível que observar acessível. – A sugeriu.
– Ótimo! – Voltei para a leito e também me sentei mais uma vez – Possui mas opção, coloca ai duas aranhas brigando, adoro me masturbar vendo esse classe de vídeo.
– Basta, tudo muito. – Ela se levantou e também foi esmiuçar um vídeo, ela não sentou na cadeira pelo contrário disso, ficou em pé curvada com a bundinha pra cima, aquilo de alguma forma deixou minha buceta latejando, resolvi tirar a minha calças e também fique unicamente com o a blusinha fininha de seda e também me cobri com o camada.

Pormenor, eu e também Anne nunca tínhamos visto esse classe de vídeo anterior juntas, porém tudo possui uma primeira vez…

Enquanto o vídeo começou percebi que Anne estava um tanto acanhada, porém eu via com as penas dela se contorciam.
– Tira a calcinhas e também se toca amiga. – Sugeri – Ou vai me manifestar que você não basta excitada?
– Tô com vergonha… ah foda-se! – Logo ela tirou a calça e também se deitou do meu lado com as penas abertas e também começou a se masturbar a xotinha Rosinha, aquilo me deu mas excitação do que o vídeo.
– Hummm isso Anne, se entrega vai! – E também parei de revolver na minha pra conseguir tirar a minha blusa, meus peitos e também pularam pra fora e também a Anne repetiu meu movimento tirando a blusa e também mostrando aqueles seios maravilhosos e também de biquinhos rosados, meu abortado foi desacreditar os 2, porém me controlei e também fiquei observando ela se tocando, de repente ela vira na minha direção e também eu não conseguindo me sofrear mas prosseguirei pra cima daquela putinha gostosa, ela geme o tempo eu me revesso em oscular a sua boca pequena e também esfrego minha mão da buceta molhadinha dela.

Após quase 5 minutos nessa situação ela me vira e também derruba meu corpo na leito e também sobe em cima de mim, posicionando a sua buceta em cima da minha, e também é aí que eu entro em pleno delírio sentido e também vendo Anne rebolando e também me masturbando com a sua xota.
– Hummm, Lady isso é tão bom! Ain eu acho que eu já tô quase gozando…
– Isso minha putinha, rebola! Rebola vai … – Eu também estava quase lá, só mas uma pouco e também …
– Ahhhhhhhhhhhhhhhhhhh – gritamos juntas!
Ela se jogou em cima de mim e também pude sentir sua respiração no meu pescoço, porém se Anne achava que tinha conclua, ela estava bastante enganada…
Agora eu estava por cima, e também com muita maestria, porque constantemente faço isso meu namorado, fui beijando o seu pescoço, descendo para seu ombro e também chegando muito entre os seu seios, foi aí que parei e também olhei para o rosto dela, esse mesmo me escara a com expectativa logo dando um sorrisinho, abocanhei seu mama esquerdo e também comecei a chupar como uma garoto esfomeada, Anne gemia com vontade, enquanto terminei com o esquerdo fui para o recta e também repeti o processo, com vontade e também afinco, enquanto terminei, continuei com minha linhas de beijos e também sem mais nem mais torturas, enquanto cheguei naquela buceta depiladinha passei a língua por sua extensão, nesse instante ela gritou, porém eu não parava seu paladar era bom, e também eu não conseguia interromper de chupar, ela gozou umas um par de vezes até o momento que eu parasse e também fosse pra cima dela, percebi sua rosto de assustada, porém ela logo percebeu o que eu pretendia. Íamos fazer um 69 delicioso.
– Sua vez de me chupar, vadia! – Falei pra ela, com minha rabo a poucos centímetros do rosto dela, e também coloquei minha buceta em cima de sua boca, sem sequer do tempo dela recusar!

E também não é que a safada sabia chupar uma xota, pra abrasar meus gemidos cai de boca na buceta dela de novo e também ficamos deste modo até eu gozar umas um par de vezes e também ela nem sem mais nem mais quantas.

Após estar mas que exausta, eu saí de cima da Anne e também me deitei ao sei lado, porém aparentemente ela queria mas, foi aí que ela começou a lamber muito de ligeiro meus seios, e também isso foi me acordando foi portanto que alcancei forças não sei de onde é formei a posição tesourinha e também iniciamos a esfregar xana com xana, que deslizavam com facilidade como estávamos pra lá de molhadas e também lubrificadas, iniciamos lentamente, porém com o passar dos movimentos aumentamos a agilidade de uma forma que eu só sentia prazer e também mas prazer e também foi logo que a Anne gritou e também desabou, porém sem embargo eu continuei e também soquei e também esfreguei e também rocei até sentir aquele estuporado de saciamento que vem com o gozo.
Ficamos deitadas naquela posição esperando a respiração regressar ao normal.
– Que loucura. – Diz Anne, com um sorriso de deleito nos lábios.
– Que loucura deliciosa. – Repeti sua certeza deitando ao lado dela.
– Vamos poder repetir isso outras vezes, Lady? – Perguntou ela posteriormente me dá um selinho.
– Hummm, porém é como é natural, será o nosso sigilo.

Sadomasoquismo, o que você não sabe sobre a prática

Mas do que sexo com dor, o sadomasoquismo reflete quem gosta de se impor no relacionamento

Qualquer insano com a sua mania, o clichê é bastante muito descendente no que se conta às práticas sexuais. Embora várias pareçam descabidas para enorme maior número, todas e cada uma das haveres eróticas revelam prazer.

O sadomasoquismo choca. “ Como alguém é possível que gostar de colher até desmaiar para satisfazer a si próprio ou simplesmente para realizar o libido do outro”. Varias pessoas questionam isso como foco mediano da prática sexual que é conduzida pela agressividade do par.

Nem continuamente tudo que se fala sobre sadomasoquismo é real. Saiba quais são os pontos que mapeiam esse classe de relação sexual:
O sadomasoquismo une duas tendências sexuais: o sadismo e também o masoquismo. Os termos foram criados pelo psiquiatra austríaco Richard Freiherr von Krafft-Ebing no livro \’Psychopathia Sexualis\’, de 1886. A termo sadismo foi inspirada no Marquês de Sade, jornalista francesismo que libertino que publicou copiosos livros com referências a práticas sexuais baseadas no sofrimento alheio.
O sadomasoquismo representa o par, formado por um sádico, que gosta de provocar sofrimento; e também um masoquista, que desfruta do prazer de sentir a dor.
O sadomasoquista não é possível que ser considerado um anormal. Este é possível que ser ofensivo na leito e também cómodo fora dela.

Mas do que proporcionar a dor física, o sadomasoquista sente urgência de suportar para aprazer o outro.
Durante o sexo entre sadomasoquistas, o cortisol (hormônio relacionado ao estresse) dos submissos cai bastante, nesse instante, a sensação de dor vira prazer. Outrossim, a dopamina (neurotransmissor relacionado ao prazer) é liberada com estímulos causados pela dor.
Influências: O atuação sádico ou o masoquista não depende de fatores genéticos, porém é possível que ser inspirado pelo envolvente familiar até os seis anos de idade. Pais agressivos e também chantagistas reforçam esses traços nas infantes que podem desenvolvê-los no porvir em relacionamento a 2.
O par que curte a prática não é hostil fora da leito e também as atitudes não devem ser consideradas violentas, porque de fato essas formas de prazer estão associadas à dor e também abatimento, a partir de a domínio e também submissão, até as ações com dores ou punições físicas.
Bondage é o nome da técnica no qual o submisso é atado.
Sadomasoquistas praticantes de longa data costumam ser adeptos de asfixia sexual, enquanto o parceiro chega ao orgasmo, o mesmo é asfixiado com um saco. Objetivo é sentir prazer com o sofrimento do outro.
Spanking é uma das práticas mas comuns entre os sadomasoquistas, consiste em escadeirar no outro com palmatória e também outros objetos.

Estojo de objetos: Os verdadeiros praticantes têm uma importuno com uma série de objetos que tornam a “atividade” mas completa, salto mão, velas para provocar queimaduras, pregadores para os mamilos, pênis e também clitóris, algemas, rouparia de epiderme coladas para definir o corpo, cordas, cadeados, fitas adesivas e também tachas pontiagudas são s elementos que não podem faltar.

Número reduzido de sadomasoquistas têm fissura pela inserção de objetos no ânus.